SAÚDE

Vamos falar de felicidade?

31/07/2022 18:00




Luiz Carlos Itaborahy - Psicólogo * CRP 7854  l luizitaborahy@yahoo.com.br    * Atendimento on-line: (31) 99802-6336   
 
Atendimento presencial em Belo Horizonte e Itaguara 
 
 
Felicidade diz respeito à condição de bem-estar, satisfação, contentamento e alegria. As angústias, a depressão, o mau humor, a intolerância, entre outros, são elementos, no entanto, destruidores da felicidade. Podemos retomar a vida saudável e feliz, sendo capazes de superar as dificuldades.
 
Traçamos metas e objetivos que são motivadores para alcançarmos a felicidade. Se não os alcançamos, a frustração pode tomar conta e uma postura negativa diante da vida pode nos levar a caminhos prejudiciais à nossa saúde mental. Precisamos acreditar - e aceitar - que não existe perfeição e que nem sempre conseguimos o que desejamos. 
 
Se as perdas ou decepções são fatores definidores de nossa vida, é sinal de que algo não vai bem com as nossas emoções. Ser feliz depende, em grande parte, de nossa postura positiva diante da vida, da possibilidade de cultivar alegria e encantamento pela nossa existência, mesmo nas adversidades. Estamos falando da capacidade de sermos otimistas, retirando o peso das queixas e da intransigência persistentes. 
 
Alguns aspectos do cotidiano ou padrões de comportamento podem ser grandes aliados na busca da felicidade: capacidade de readaptação frente a problemas; assumir projetos e propósitos de vida conforme as limitações pessoais; ter amigos ou fazer parte de grupos de apoio mútuo; aproveitar ao máximo os momentos de satisfação e convívio; ser grato à vida e às pessoas que nos apoiam nas mais diversas situações; ser agradável e gentil; dar valor ao que se possui e às conquistas, mesmo as pequenas do cotidiano.  
 
Pessoas felizes tendem a ser resilientes, autoconfiantes, espontâneas nas relações familiares e sociais, tolerantes para com as diferenças. Experimentam com mais facilidade o amor, a amizade, a autoestima positiva e o otimismo. Estudos indicam que, quanto mais aptos somos para superar dificuldades, mais o nosso sistema imunológico se fortalece, contribuindo para uma boa saúde física e psíquica. 
 
Nossa felicidade pode beneficiar as pessoas com as quais convivemos, ao transmitirmos alegria, bom humor, esperança, confiança e amor. Ser bom, solidário e amigo pode produzir momentos mágicos de felicidade na vida do outro e, talvez, muito mais em nós mesmos. É um processo contínuo na busca do fortalecimento do bem viver.
 
Viva bem! Cuide bem de sua saúde mental!